Bravo Residences by Arthur Casas

Entre você e a beleza não deve haver obstáculos.

Na melhor localização da Praia Brava, Bravo Residences by Arthur Casas recria uma atmosfera modernista sem deixar de ser brasileira. Para poucos, o Bravo é um projeto completo e sofisticado. Do mobiliário assinado à arquitetura exclusiva.

Características

Concept design, arquitetura e interiores 100% Arthur Casas.

Paisagismo por Cardin Paisagismo.

Arquitetura autoral, única na região.

Exclusividade para apenas 06 famílias.

Uma unidade por andar em um terreno de esquina, frente mar.

Peças de design assinado por Arthur Casas.

Cobertura de lazer com academia | Sauna | Piscina com visor transparente e área gourmet.

Unidades tipo 323m² de área privativa e Duplex com 580,86m²

Tipologias

Unidade Garden duplex

Unidades Tipo

Unidades Tipo

Entre em contato

2023 - Todos os direitos reservados. | ABC & Embralot.

1CCFP016 - VOND'arch

Conceito do projeto:

Residência Colinas de Camboriú Village: Um Tributo à Arquitetura Modernista e à Integração com a Natureza.

Localizada no lote 548, esta residência de 545m² foi inspirada na arquitetura modernista brasileira e internacional, como Paulo Mendes da Rocha e Le Corbusier. Movida por linhas simples e pela funcionalidade, esta casa é dividida em quatro pavimentos: subsolo, térreo, segundo pavimento, e cobertura jardim.

O subsolo abriga a garagem, lavanderia e adega. O térreo é destinado ao convívio social, com uma escada e elevador que conectam todos os pavimentos. No segundo pavimento estão três suítes, sala de estar, cozinha e lavabo, aproveitando a vista para a floresta e a luz solar. A cobertura jardim oferece área de relaxamento, incluindo um spa e espaço para atividades diversas; um refúgio privativo com vista panorâmica.

Uma característica singular deste projeto é o térreo livre, com espaço gourmet e uma piscina que se estende ao longo do terreno, integrando-se à mata. O paisagismo se mescla com a vegetação natural, proporcionando privacidade nesta área.

Os materiais naturais são destaque do projeto, como o concreto e a madeira da fachada. Na cobertura, vidro e aço adicionam um elemento de leveza à construção.

Assim, a residência projetada para o Colinas de Camboriú Village não é apenas uma construção, mas um tributo à modernidade e à integração com o meio ambiente, proporcionando um estilo de vida contemporâneo e sofisticado em sintonia com a natureza, através de um estilo arquitetônico prático e atemporal.

1CCFP015 - Débora Costa

Conceito do projeto:

Para desenvolver o projeto considerou-se algumas situações. Localização: O terreno que está localizado em um local extratégico e de grande expansão com um diferencial de infra-estrutura de loteamento implantada acima da média do Brasil, mas condizente com o público que visita e mora na região.

O Meio Ambiente: Por estar implantado em um local de mata nativa e muito bem distribuida ao longo do condomínio, a utilização de arquitetura biofilica se faz presente e deve se tornar “padrão” para manter uma imagem única dentro do condomínio.

Neste sentido, o projeto usou e abusou de muita vegetação com aberturas voltadas para mata e encosta (o lote em que foi projetado permitiu esse movimento de fachada); Junto disso, o uso de materiais que forma uma unidade com a natureza local, se faz presente também (pedra, concrete, madeira e vidro para envolver o ambiente externo com o interior da edificação).

Através do acesso principal da Residência tem-se a possibilidade de avistar os fundos, tendo assim uma troca direta entre os ambientes, além do fluxo de ventilação cruzada natural. A intenção do projeto é ter ambientes amplos com aberturas para o verde e fechamento (privacidade) com a vizinhança, através de brise e abertura reduzidas para a lateral do terreno e assim proporcionar um conforto e bem estar no usuário mantendo um visual externo compatível com a estrutura que o Condominio Colinas de Camboriú Village proporciona.

1CCFP014 - Studio48

Conceito do projeto:

Buscando transparecer a sensação de leveza e inovação presente no Colinas Village, a residência desenvolvida para o lote n.º 751 é ampla, minimalista, moderna e conceitual. Hoje em dia, a busca pela essência da natureza se tornou constante após a intensificação do imediatismo. Nesse sentido, o projeto procurou deixar áreas verdes livres para o cliente ter a sensação de liberdade no terreno.

O amadeirado da fachada faz com que tenhamos uma conexão sutil com o ambiente externo e a leveza da vida. Com traços exclusivos e iluminação convidativa, a experiencia do projeto já inicia logo ao olhar para sua fachada. Na parte interna, conectamos todos os ambientes da área social (sala de TV e jantar, cozinha e área gourmet) buscando estimular os momentos de vivência entre os moradores sem perder a sensação de aconchego, descanso e sofisticação que um lar deve propiciar.

Além disso, melhorando a qualidade de vida dos moradores e convidados, o primeiro pavimento conta com um elevador a fim de facilitar o acesso de pessoas com mobilidade reduzida e o transporte de malas, compras e outros objetos pesados. E um lavabo com janela para a rua, ajudando a controlar a umidade.

No segundo pavimento, a residência possui 3 (três) quartos, sendo 2 (duas) suítes que oferecem conforto e funcionalidade. As personalizações dos espaços foram pensadas com peças alinhadas ergonomicamente, incluindo espaço para leitura e closet, deixando evidente a relação entre ambiente e qualidade de vida. Dessa forma, o morador poderá desfrutar de momentos de intenso relaxamento e autocuidado.

A residência ainda conta com uma horta aos fundos a fim de aliviar o estresse, ressignificar os alimentos e proporcionar uma alimentação não prejudicial à saúde. Os cuidados com a saúde vêm aumentando a cada dia e, por isso, evitar o uso de agrotóxicos e conservantes é essencial para o futuro da sociedade. Valorizando ainda mais o imóvel e levando em consideração a inovação e a sustentabilidade a residência conta energia fotovoltaica e reaproveitamento da água da chuva.

1CCFP013 - Cinthia Massa PB3

Conceito do projeto:

O conceito desenvolvido para a CASA 197 tem como foco a valorização da natureza, extremamente presente em todo o entorno do terreno escolhido, integrada a vida do ser humano. A proposta, então, se integra ao meio em que está inserido, sendo notáveis os limites privados, mas incentivando a sustentabilidade, valorização da paisagem e a formação de identidade local.

A proposta de implantação reforça a autenticidade, indo na contramão da atualidade que insiste na monotonia e fachadas cheias de repetições. O partido para a CASA 197 foi orientar todos os dormitórios, sala e cozinha, com vista mais privilegiada para o fundo do lote, nesta área foram posicionados ambientes externos de convivência, com piscina, fireplace com lareira ecológica, e espaços para contemplação da natureza, com uma varanda que se estende pelo térreo e pavimento superior da residência tendo a presença de uma palmeira que interliga os pavimentos.

Assim, buscamos de forma intencional, transmitir contexto de vida interligada a natureza para o projeto, a escolha dos revestimentos e paisagismo partem do mesmo princípio. O térreo foi elevado em relação ao nível do terreno, permitindo uma vista privilegiada de todo entorno, e o espelho d’água compõe para leveza e fluidez.

A volumetria resgata conceitos da arquitetura orgânica, com vários detalhes que fogem do óbvio e dos padrões empregadas nas nossas cidades. Por isso, todas as fachadas foram pensadas com curvas que transmitem mais naturalidade a forma, contrastanto com as linhas do ripado em madeira do volume da varanda, que intensificam a intenção de todo o conceito apresentado para o projeto, a valorização da natureza integrada a vida do ser humano.

Esse projeto é a proposta perfeita para famílias que amam passar tempos juntos, reunir amigos e familiares, por todos os espaços amplos de convivência aconchegantes e que necessitam dessa conexão diária com a natureza, como um refúgio em meio a rotina e correria do dia a dia.

1CCFP010 - Coastline

Conceito do projeto:

No pavimento térreo, a casa se estende horizontalmente, criando uma sensação de espaço e abertura. As paredes brancas oferecem uma tela perfeita para a beleza da luz subtropical, enquanto o ripado de madeira na face frontal adiciona calor e textura. A estrutura em pedras naturais é um testemunho da fusão entre o design moderno e os elementos naturais da região.

No primeiro pavimento, a orientação vertical define a área íntima da residência. Materiais brancos criam um ambiente sereno, enquanto um brise vertical branco adiciona um toque de sofisticação, filtrando a luz do sol de forma suave e elegante. A fachada frontal da casa é adorna- da com vegetação exuberante, adicionando não apenas beleza visual, mas também criando uma transição suave entre a residência e seu entorno. A casa se integra harmoniosamente ao ambiente, celebrando a riqueza da flora local.

A generosidade de espaço é uma característica central desta residência, sua forma imponente e seus 260 m² fazem com que os amplos ambientes criem uma sensação de liberdade e fluidez, convidando os ocupantes a se movimentarem livremente e a apreciarem a sensação de expansão. Cada elemento é cuidadosamente escolhido para criar um ambiente calmo e descomplicado. A simplicidade do design destaca a beleza dos materiais e a integração com a natureza circundante.

Esta residência é mais do que uma casa; é um refúgio sereno no coração das colinas de Santa Catarina. Situada em um loteamento idealmente localizado, oferece aos seus habitantes uma experiência de vida única, onde a arquitetura elegante se encontra com a natureza exuberante.

Ao explorar esta exposição, esperamos que você se inspire na harmonia entre forma, função e natureza, capturada de maneira tão excepcional nesta residência arquitetônica notável.

1CCFP009 - Mateus Zagonel

Conceito do projeto:

A madeira e a pedra estão assentadas no projeto como elementos da natureza exuberante que contorna o condomínio e compõe a paisagem, criando a atmosfera total do
lugar que inspira bem estar e harmonia entre todos habitantes e visitantes. O concreto
enaltece a solidez da casa que oferece abrigo e aconchego para cada família e recorda que
a partir dele toda uma composição de formas, materiais e texturas tornam-se possíveis.
Essa combinação de materiais compõe a casa: espaço de afetos, identidades e
reconhecimento.


As linhas retas misturam-se às formas orgânicas das plantas e tudo trabalha em
sintonia com a paisagem que, oferece uma nova possibilidade de morar, uma conexão
única e muito íntima com a natureza, com a terra e consigo mesmo. Morar significa
assentar-se no espaço, reconhecer-se na materialidade e ter a liberdade de expressar-se
dentro do espaço que foi escolhido como morada.


Como afirma o filósofo Alain de Botton, “a casa representa além de proteção física,
um abrigo psicológico, uma guardiã da nossa identidade e a possibilidade de retorno a nós
mesmos sempre que regressamos”. Os espaços que ocupamos sempre compõem um
pouco do todo que somos e aquilo que representamos, é como se a materialidade fosse
elevada para outra dimensão, muito mais subjetiva e algumas vezes inconscientemente
aconchegante. O projeto propõe em sua composição uma relação mais profunda entre a
materialidade e a paisagem natural, onde o respeito ao espaço original, a terra, seja o
caminho principal e onde a conexão humana com o lugar impulsione a qualidade de vida
de todos usuários.


Sobre a generosidade da terra que oferece alimentos, espaço e calor, também
edificamos nossas moradas. E uma inserção sobre o espaço que estabeleça uma troca
justa de cuidado é uma demanda urgente, justa e digna com o futuro do planeta.

1CCFP008 - VOND'arch

Conceito do projeto:

Residência Colinas de Camboriú Village: Uma expressão arquitetônica de elementos atemporais.


Localizada no lote 546, esta residência de 440m² foi inspirada na arquitetura brutalista brasileira, cujos principais expoentes estão os grandes arquitetos Paulo Mendes da Rocha Lina do Bardi.
Este brutalismo se manifesta na solidez das paredes de concreto aparente, que trazem grande impacto e presença à edificação. Em contraste com este material, temos a madeira natural, responsável por trazer calor e suavidade para o ambiente. Esta combinação cria um equilíbrio entre o urbano e o natural, tornando o espaço imponente, também acolhedor.


O telhado verde é outro elemento chave deste projeto, que não apenas adiciona um toque de verde à paisagem urbana, mas também contribui para a sustentabilidade e o equilíbrio ambiental. Com uma cobertura de plantas, o edifício se integra à natureza, fornecendo conforto térmico, absorção de água da chuva e purificação do ar. Além disso, cria um espaço relaxante e agradável para os moradores.


Em resumo, esse projeto harmoniza a força e a solidez da arquitetura brutalista com a serenidade da madeira natural e a ecologia do telhado verde. Ele exemplifica como a arquitetura contemporânea pode abraçar o passado, valorizar os recursos naturais e criar espaços verdadeiramente funcionais e esteticamente agradáveis e atemporais.

1CCFP007 - Buckker

Conceito do projeto:

A casa é um espelho e fala sobre o que é e o que a gente quer ser, em busca de uma visão de mundo para me orientar como arquiteta, encontrei ligações entre arquitetura e urbanismo para começar a criar. A construção tem que conter a cidade, e vice-versa, a cidade tem que ser o local adequado para a arquitetura.


A arte de construir um lar confirma a importância da ressignificação do espaço, que abandona sua função original e se prepara para se adaptar a novas etapas e novas funções na vida que este entorno contém, a organização deste espaço deve ser pensada tendo como princípio oferecer um lugar acolhedor e prazeroso que se ambienta com o entorno.
Através de traços simples, realizamos sonhos das pessoas, e em busca de uma sensação acolhedora com uma área imersa a natureza, tiramos partida dos elementos que se fundem de forma natural compondo a paisagem ao seu redor.


O Lote, localização privilegiada, com uma cota mais alta e uma bela vista da copa das arvores e do pôr do sol. O Projeto, as suítes foram dispostas tirando partido da orientação solar do nascer
do sol em relação a localização do lote, os ambientes sociais foram integrados fazendo uma conexão do ambiente interno ao externo através de grandes aberturas que geram ampla iluminação e ventilação, ambientando essa conexão por uma plana em tipologia U, com piscina no coração da casa que se integra e interage com todos os ambientes, dando amplitude aos espaços e abrigando o equilíbrio com o entorno.

1CCFP004 - Casa na Árvore

Conceito do projeto:

O projeto da Casa Colina 250 incorpora uma abordagem que busca harmonizar a elegância, a
natureza e o acolhimento em um único espaço. Utilizando materiais naturais e cores claras,
esta residência de 325m² foi concebida para oferecer uma sensação acolhedora e um
ambiente verdadeiramente de “casa”, fugindo da representação de arquitetura “fria”
erroneamente relacionada à arquitetura contemporânea, que por vezes foge da escala
humana e do aconchego que um lar deveria proporcionar.


A fachada da casa é um exemplo do uso do tradicional com elegância e sofisticação.
Revestida em um mosaico de tijolos de mármore, com jardim suspenso, ela se destaca como
um ponto focal, adicionando um toque de requinte ao projeto. No entanto, a integração com
pedras naturais, madeira, aço e cimento cria uma sensação de equilíbrio e variedade,
mantendo a casa conectada com a natureza e a autenticidade do ambiente.


Um dos aspectos notáveis do projeto é a preservação das curvas de nível do terreno. Isso não
apenas confere ao projeto organicidade, mas também se integra perfeitamente com o contexto
do bairro, evitando a imposição de estruturas artificiais.


A vegetação desempenha um papel fundamental na criação de um ambiente acolhedor e
próximo à natureza. A casa é cercada por árvores e plantas variadas, que oferecem sombra e
um contato direto com a natureza. Espaços de convivência ao ar livre e um gramado,
proporcionam áreas ideais para entretenimento e relaxamento, enquanto uma parede verde
na lateral do acesso dos veículos adiciona uma sensação de frescor e vitalidade à casa.


Em termos de cores, tons claros e coloridos foram cuidadosamente selecionados para criar
uma atmosfera alegre e acolhedora. A combinação de elementos naturais com toques de cor
proporciona uma sensação de vitalidade e personalidade à casa.


Além disso, a privacidade dos moradores foi considerada com a mesma importância. A
vedação da vista da rua e a disposição estratégica das áreas de convivência ao ar livre
garantem a privacidade necessária, permitindo que os moradores desfrutem de seu espaço
com tranquilidade.

Para definição das aberturas foi considerado o posicionamento solar do terreno, proporcionando maior proteção e vedação nas fachadas mais quentes norte-oeste, e permeabilidade com grandes portas-janelas de vidros e varandas na fachada sul.


Em resumo, este projeto é um exemplo de como a arquitetura contemporânea pode se fundir
de maneira harmoniosa com a natureza, criando um ambiente verdadeiramente acolhedor e
cativante. A mistura de materiais, a ênfase na vegetação, no contato com a natureza e a
atenção aos detalhes tornam esta casa um refúgio perfeito para aqueles que buscam
equilíbrio e sofisticação em sua vida cotidiana.

1CCFP004 - Casa na Árvore

Conceito do projeto:

Buscamos desenvolver um projeto para o lote 431 a CASA DA COLINA, aproveitando sua localização privilegiada ao lado de um vazio preservado, com o objetivo de criar uma integração entre a residência e o condomínio de forma simples e harmoniosa. Nosso foco é criar uma área de convivência externa voltada para a área de preservação natural, onde o interior e o exterior sejam totalmente integrados por meio de grandes aberturas de vidro.

Aproveitamos a topografia do lote para estabelecer uma conexão direta da casa com a natureza, utilizando as aberturas do pavimento superior como molduras para enquadrar a paisagem exuberante ao redor. Na escolha dos materiais, priorizamos o uso de ecomadeira, concreto, aço e pedras, como ponto de partida para uma construção eficiente e sustentável.

Em termos de sustentabilidade, implementamos energia fotovoltaica para reduzir o consumo energético, além do reaproveitamento de água e materiais provenientes de fabricantes comprometidos com o meio ambiente. Também utilizamos brises e vidros inteligentes, integrados a um sistema de automação que gerencia o consumo de água e energia de forma eficiente.

Além disso, nossa proposta inclui uma arquitetura biofílica no paisagismo, criando um ambiente acolhedor e natural que promove o bem-estar dos moradores. Com todas essas características combinadas, buscamos criar um projeto único que valorize a integração com a natureza, a sustentabilidade e ofereça um espaço confortável para desfrutar da vida em harmonia com o meio ambiente.

1CCFP003 - Giulia Signoretti

Conceito do projeto:

A casa Ipê foi desenvolvida para que todos os ambientes estejam integrados para sua área de lazer externa e sejam enriquecidos pela abundância de iluminação natural diariamente.

Como profunda inspiração, o ipê amarelo, marco brasileiro, que concede o nome a residência, é envolvido por esta casa que transcende sua materialidade. Esta árvore, incorpora uma riqueza de simbolismo que reflete os ideais de conexão familiar, força, vitalidade e o espírito duradouro de um lar que vem ao encontro de toda essência que buscou-se para este lar.

Seu tronco forte e resiliente representa o vínculo inabalável entre os que ali habitam. Bem como o concreto de sua estrutura que permite amplos vãos, conectando todos os ambientes sem transparecer brutalidade.

As cores vivas de suas flores, resumem a alegria e a harmonia, complementam as tonalidades neutras dos amadeirados em muxarabi que permitem a entrada de iluminação gradual e harmoniosa no interior da casa. Este sentimento ressoa profundamente com a essência de um lar, um santuário de segurança e tranquilidade, onde o amor e o apoio ajudam a navegar pelas provações da vida.

Repleta de vegetação a área de lazer vibra ao conectar-se com a natureza através das aberturas totais da área social. A utilização de painéis para gerar permeabilidade sem perder a sensação de segurança e privacidade, promove ambientes onde as fronteiras entre o interior e o exterior se
confundem, permitindo desfrutar do espaço de uma maneira muito mais
enriquecedora.


O design abraça materiais que evocam o mundo natural, sem comprometer a integridade dos espaços internos. Os traços lineares e imponentes são suavizados em contato com a conexão entre seus volumes e o equilíbrio entre natural e construído. Cada detalhe pensado para exalar a sensação de leveza e a força da arquitetura.

1CCFP002 - Fernando Felipe

Conceito do projeto:

Seguindo as premissas propostas na elaboração do Colinas de Camboriú Village , a concepção do projeto foi a criação de uma residência que valoriza os elementos e materiais naturais em seu partido de projeto com uma abordagem que busca não apenas criar um espaço habitável, mas também estabelecer uma conexão entre seus ocupantes e o ambiente ao redor.

Nesse contexto, a escolha de revestimentos em madeira natural, pedras naturais e concreto desempenha um papel fundamental na criação de uma atmosfera acolhedora e harmoniosa.

A madeira natural, com sua textura calorosa e tonalidades terrosas, adiciona uma
sensação de conforto e aconchego aos espaços externos e internos. Sua utilização contribui para a criação de um ambiente acolhedor, conectando os moradores à natureza. Além disso, a pedra natural oferece uma sensação de solidez e durabilidade, criando um contraste visual e tátil interessante com a madeira.

A presença do concreto, com sua estética minimalista e contemporânea, proporciona um equilíbrio e uma sensação de modernidade à residência. A busca por privacidade é uma consideração importante no projeto. Para atender a essa necessidade, foi criado um brise com forma orgânica, que desafia a rigidez das linhas retas. Esse elemento não apenas adiciona um toque de elegância ao design, mas também permite que as aberturas do pavimento superior desfrutem de privacidade,
sem comprometer a conexão visual com o entorno.

Essa solução arquitetônica demonstra como é possível equilibrar a intimidade dos moradores com a apreciação da paisagem natural circundante. A integração do térreo com a área de lazer e piscina na fachada interna da residência é um aspecto notável desse projeto.

Essa abertura para o exterior não apenas amplia visualmente os espaços, mas também promove uma sensação de continuidade entre o interior e o exterior. Os moradores podem desfrutar de uma vida ao ar livre, relaxando à beira da piscina, enquanto ainda estão conectados com o conforto da sua casa.

Em suma, uma residência que valoriza elementos e materiais naturais, como madeira, pedra e concreto, e incorpora soluções arquitetônicas que promovem a privacidade dos moradores e a integração com a natureza, cria um ambiente verdadeiramente especial e inspirador. Essa abordagem de design não apenas atende às necessidades funcionais, mas também enriquece a experiência de viver na casa, celebrando a beleza e a autenticidade dos elementos naturais.

1CCFP001 - Arthur Augusto​

Conceito do projeto:

O projeto foi pensado para impactar com a primeira impressão na linha do horizonte. Para isso o lote escolhido foi primordial, possibilitando uma angulação que valoriza a imponência dos volumes propostos.

Através do formato do lote, defini o conceito principal que adotaria no projeto: contemporâneo com linhas chanfradas e desconexas, exaltando a assimetria de um projeto com toques de brutalismo volumétrico.

Sua fachada grandiosa remete a sensação de imponência. Elementos grandiosos e iluminação de LED estratégica, modernidade, sofisticação, uma junção perfeita para uma construção atemporal e de impacto no condomínio. Nos fundos da casa, uma piscina com formas orgânicas e muito movimento natural com cascatas. Isso foi pensado pois nos fundos da casa temos uma área de montanha com muitas árvores, cenário perfeito para todos os elementos presentes na natureza se completarem.

Para acompanhar esses partidos e formas, os materiais e texturas foram estratégicos, com isso criei ressaltos onde o LED corta os volumes, revelando mais formas e volumes chanfrados que são o diferencial desse projeto.

Concreto aparente, tons escuros e madeira são intencionais, para que a natureza seja protagonista e a casa contraste com ela, aliando a pureza de materiais em sua forma natural e o destaque de ambos os visuais. Apostei em uma casa que seja a maior referência do contemporâneo na região.

Para que o Condomínio seja visto como aquele que recebe o que a Arquitetura tem de mais disruptivo, a desconstrução dos padrões e a nova forma de ver Arquitetura que esse projeto proporciona.